Escolha uma Página

O “Scudetto” Alfa Romeo

por | mar 1, 2019 | Crônica, História | 2 Comentários

O desenho básico do “scudetto” ou “escudo” Alfa Romeo surgiu em 1934, adornando a parte frontal das 6C 2300 como uma grande peça que encobria o radiador e servia também para refrigera-lo. E o motivo foi técnico: a disposição do radiador exigia um desenho mais verticalizado da grade que, apesar do tamanho, já exibia o formato que se tornaria consagrado nas décadas seguintes. Depois foi incorporado às 8C 2900 não só como elemento funcional, mas também estético. Aí surgiu, de fato, o “scudetto” Alfa Romeo.

Alfa Romeo 6C 2300 Pescara

Alfa Romeo 8C 2900B Touring. Foto do autor.

Em 1941 esse símbolo sofreu sua primeira releitura, tornando-se mais discreto e alongado, no protótipo 6C 2000 Gazzella.

Alfa Romeo 6C 2000 Gazzella.

Com o advento da Segunda Grande Guerra, só voltaria a ser revisto em meados dos anos 40, nas 6C 2500, quando apareceu ainda menor e mais afilado. A partir daí tornou-se elemento essencial de estilo em todos os modelos Alfa. Apenas alguns carrozzieri  italianos propuseram umas poucas carrocerias sem esse elemento na segunda metade dos anos 40 e nos anos 50, mas foram modelos artesanais, produzidos em pequeno volume.

Alfa Romeo 6C 2500 Freccia D’Oro.

Alfa Romeo 6C 2500 e Alfa Romeo 1900.

No Brasil, em algum momento da história, o scudetto foi chamado por alguém, não se sabe onde nem quando, de “cuore” por causa do formato da peça, que lembra um coração, confundindo com o que era já conhecido como o “cuore sportivo” dos carros Alfa Romeo: seu  “ESPÍRITO” ou mesmo seu MOTOR, frequentemente relacionado como “il cuore” dos automóveis da marca. Os Alfa são mundialmente reconhecidos pela aura esportiva que os acompanha desde o primeiro modelo produzido, daí surgiu o termo “cuore sportivo” ou “coração esportivo”, nada tendo a ver com a grade frontal. No entanto, na falta de informação ou com as restritas fontes por aqui, o nome cuore para esse elemento da grade  “pegou” e muitos passaram a chama-lo erroneamente assim, criando confusão com interlocutores de outros países, onde a grade é conhecida como “escudo” (países de língua latina) , “grille” (língua inglesa) ou scudetto mesmo, como a ele se referem os italianos.

Portanto, passou da hora de reparar esse equívoco histórico e colocar os elementos em seus devidos lugares: o “cuore sportivo” Alfa Romeo pode estar sob o capô – seu MOTOR – mas é, acima de tudo, o “ESPÍRITO” Alfa. O “escudo”, ou “scudetto”, é o elemento central da grade que adorna e torna tão singulares as emblemáticas máquinas da Casa del Biscione.